domingo, 28 de novembro de 2010

VENCEDORES CONCURSO DESENHO E REDAÇÃO/ "O CONSELHO TUTELAR,A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

Texto Dissertativo
– 1° Lugar

Como vejo o Conselho Tutelar

Sempre pensei que o Conselho Tutelar só servia para
corrigir as atitudes erradas das crianças. Que o dever deles era somente punir
as crianças e seus pais. Mas agora sei que a função dele é muito mais.
Na verdade, o Conselho Tutelar tem a preocupação de
proteger, educar, orientar e preparar as crianças, adolescentes e famílias para
viver bem em sociedade. As suas decisões são baseadas nas leis e não são
tomadas de qualquer maneira. Devemos procurar o Conselho Tutelar quando
realmente precisamos por motivos sérios e não por uma bobagem qualquer.
Mas tem um detalhe, para exigirmos nossos direitos,
temos que cumprir os nossos deveres, direitinho!
Portanto, lembre-se se, quem trabalha envolvido com o
Conselho Tutelar, é nosso amigo e quer nos ajudar a sermos cidadãos de bem.
Este texto foi produzido pela aluna  Flaviane Fraga Oliveira dos Santos, 13 anos,
sob a supervisão da professora Silvânia  Lourença Valentim , da
Escola Municipal Martha Drumond Fonseca
O Conselho
Tutelar é um órgão que zela pelos direitos das crianças e dos adolescentes em
toda sua plenitude e visa garantir a educação, felicidade e o respeito a todos
eles.
O órgão é
responsável por atender e acolher crianças, adolescentes, seus pais ou
responsáveis; ouvir queixas e reclamações de direitos e deveres ameaçados e /
ou violados; garantir e fiscalizar os direitos e deveres, além de participar de
ações que combatam a violência, a discriminação na família, escola e
comunidade. Todas essas funções visam garantir à criança e ao adolescente as
mínimas condições de sobrevivência, tais como direito à saúde, liberdade,
educação, cultura, esporte, lazer entre outros .
O que
muitas pessoas esquecem é que o direito é uma “via de mão dupla” , e tem como
uma de suas característica o sistema imperativo e atributivo. Logo, para que
esses direitos possam valer, é necessário o cumprimento de deveres pelas
crianças e adolescentes, como cumprir regras e normas, obedecer ordens de pais,
familiares e professores, estudar e frequentar a escola, respeitar todas as
pessoas , preservar espaços públicos e meio ambiente , conhecer os valores da
escola, família, sociedade entre outros só cumprindo os deveres é que as
crianças e adolescentes podem exigir os seus direitos.
Muitos
desconhecem a importância do conselho tutelar, ou não dão o devido valor a este
órgão que cuida tão bem dos futuros adultos – trabalhadores desse país. São
eles que sustentarão e movimentarão todo o país daqui a alguns anos. E que tipo
de país queremos se não cuidarmos, respeitarmos e educarmos as nossas crianças
e adolescentes? Se nossos jovens aprenderem desde cedo a cumprir com os deveres
para que possamos exigir nossos direitos , o futuro do pais será cada vez melhor
e mais justo, onde todos possam ser respeitados em qualquer fase da vida
Obrigada,
Conselho Tutelar, por ensinar a todos, desde pequenos, que o  maior bem que podemos adquirir é o respeito
Este texto foi produzido pela aluna Thaciane Chagas
Mendes, 15 anos, sob a supervisão da professora Elaine Lobato do 1º ano Médio e
Técnico, da Escola Técnica de Formação Gerencial SEBRAE Nova Lima.


Texto Dissertativo – 3º lugar
O Conselho Tutelar e a Realidade
o Conselho Tutelar é
considerado no mundo como um dos mais importantes órgãos de proteção ao menor.
Ele tem como principal objetivo formular, acompanhar, fiscalizar e garantir o
direito de jovens e adolescentes previstos no ECA, Estatuto da Criança e do
Adolescente.
Os Conselheiros
Tutelares recebem e estudam os casos envolvendo a violação de direitos infanto
– juvenis. Esses casos chegam a eles por meio de denúncias, queixas,
reclamações, solicitações e reivindicações podendo vir de qualquer cidadão, de
famílias, de profissionais da área e também da própria criança ou adolescente.
Cada
município brasileiro deve ter no mínimo um Conselho Tutelar. No entanto, em
cidades maiores, pode existir mais Conselhos para que seja possível atender
toda a população.
Segundo as
leis do ECA, toda criança e adolescente deve crescer em um meio digno que
priorize o bem – estar desses . Mas, infelizmente, milhares de menores
continuam a viver de forma precária, fora da escola, submetidos ao trabalho
escravo, trabalhando nas ruas, vítimas de pedofilia e violência sexual.
Levando em
conta o lugar – comum, “as crianças são o futuro do país”, onde se deparará o
futuro que hoje é encontrado abandonado, dormindo nas ruas, envolvido com
furtos, drogas e crimes?
Tendo em
vista os aspectos mencionados, a implementação integral do ECA ainda representa
um desafio para todos aqueles envolvidos e comprometidos com a garantia dos
direitos da população infanto - juvenil

Este texto foi produzido pela aluna Geicimara Laísa Marques, 16 anos,
sob a supervisão da professora Regina Coeli, do 2° ano médio, da Escola
Estadual João Felipe da
Rocha.

 


Um comentário: