quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Escolas públicas terão regras para combater bullying

Atual regimento escolar, existente há 20 anos, está desatualizado e trata a violência com soluções pontuais
Do clipping da Andi
Belo Horizonte ocupa o segundo lugar no ranking das capitais brasileiras que mais registram casos de bullying nas escolas, conforme pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante disso, a Prefeitura da capital mineira resolveu criar um novo regimento escolar que tratará de medidas para combater a violência na rede municipal de ensino. A intenção é que o documento funcione como uma espécie de manual para orientar educadores, pais e alunos sobre como devem agir em uma situação desse tipo. Segundo o gerente de projetos especiais da Secretaria Municipal de Educação, Ismayr Sérgio Cláudio, o atual regimento escolar da rede pública, elaborado há 20 anos, está desatualizado e, por isso, é necessário um novo, no qual a identificação e abordagem ao bullying sejam padronizadas.
Ranking - Divulgada em junho de 2010, pesquisa do IBGE mostrou que Brasília é a capital nacional do bullying. Ao todo, 35,6% dos estudantes entrevistados disseram ter sido vítimas desse tipo de assédio. Belo Horizonte ocupa o segundo lugar, com 35,3%, e Curitiba, o terceiro, com 35,2 %.
Fonte: O Tempo (MG) – 03/01/2011/  NA INTEGRA,http://www.promenino.org.br/Ferramentas/DireitosdasCriancaseAdolescentes/tabid/77/ConteudoId/1321550e-3095-480a-bba1-de4a677d8645/Default.aspx

Nenhum comentário:

Postar um comentário